aboutsummaryrefslogtreecommitdiff
diff options
context:
space:
mode:
authorSilvio Rhatto <rhatto@riseup.net>2021-03-04 15:55:39 -0300
committerSilvio Rhatto <rhatto@riseup.net>2021-03-04 15:55:39 -0300
commit361e1b8ab2ec6894c738b9a7af9d440050e8490d (patch)
treed5c3c5bae9fa12183709e306e0240e99f72b4cb0
parentd7ebfdb85cf73c027fb928518004533e428f3893 (diff)
downloadblog-master.tar.gz
blog-master.tar.bz2
Fix: research: economics: valor social: some corrections and minor updatesHEADmasterdevelop
-rw-r--r--research/economics/valor-social.md6
-rw-r--r--research/economics/valor-social/valor-social.dvibin27552 -> 26880 bytes
-rw-r--r--research/economics/valor-social/valor-social.pdfbin2030536 -> 94851 bytes
-rw-r--r--research/economics/valor-social/valor-social.tex19
4 files changed, 13 insertions, 12 deletions
diff --git a/research/economics/valor-social.md b/research/economics/valor-social.md
index 7a68f88..e3b198f 100644
--- a/research/economics/valor-social.md
+++ b/research/economics/valor-social.md
@@ -18,7 +18,7 @@ há necessariamente uma cultura de passar para frente a ajuda recebida.
Por isso, estabelecemos neste texto uma sugestão de acordos de ajuda
múltipla tanto como proposta de prática e sobretudo como reflexão da
distância que os grupos sociais se encontram com relação a um regime de
-dádivas e não-escassez.
+dádiva e não-escassez.
O acordo de ajuda múltipla
==========================
@@ -232,7 +232,7 @@ Sendo os acordos diretos, isto é, não mediados, temos ainda mais
descontrole: é importantíssimo que tais acordos não sejam mediados por
bancos de dados. Por banco de dados entendemos qualquer iniciativa de
tentar *efetivamente* calcular $S$ para um dado grupo social (e não o
-registro pessoal que cada indivíduo mantiver a respeitodos acordos que
+registro pessoal que cada indivíduo mantiver a respeito dos acordos que
participou). A mera existência de um banco de dados centralizado capaz
de calcular a cada instante o valor social tem os seguintes riscos:
@@ -287,7 +287,7 @@ da rede? E no caso de grupos em conflito interno?
Estas são apenas sugestões de desdobramentos possíveis: convidamos todas
as pessoas que queiram contribuir para a análise de regimes econômicos
fora do mercado para que pensem conjuntamente no que aqui foi meramente
-delineado. A experimentação também é encorajada: sem ela, toda esta de
+delineado. A experimentação também é encorajada: sem ela, toda esta
discussão não passa de uma teoria descolada dos grupos sociais.
Referências
diff --git a/research/economics/valor-social/valor-social.dvi b/research/economics/valor-social/valor-social.dvi
index ef3e8d3..6153ed6 100644
--- a/research/economics/valor-social/valor-social.dvi
+++ b/research/economics/valor-social/valor-social.dvi
Binary files differ
diff --git a/research/economics/valor-social/valor-social.pdf b/research/economics/valor-social/valor-social.pdf
index 0618563..8258df4 100644
--- a/research/economics/valor-social/valor-social.pdf
+++ b/research/economics/valor-social/valor-social.pdf
Binary files differ
diff --git a/research/economics/valor-social/valor-social.tex b/research/economics/valor-social/valor-social.tex
index 58f97c3..30a4475 100644
--- a/research/economics/valor-social/valor-social.tex
+++ b/research/economics/valor-social/valor-social.tex
@@ -1,7 +1,8 @@
\documentclass[a4paper]{article}
\usepackage[brazilian]{babel}
-\usepackage[latin1]{inputenc}
+\usepackage[utf8]{inputenc}
\usepackage[dvips]{graphics}
+\usepackage[ddmmyyyy]{datetime}
\setlength\topmargin{0.3in}
\setlength\headheight{0in}
\setlength\headsep{0in}
@@ -12,6 +13,8 @@
\title{A ajuda múltipla e o valor social}
\author{Silvio Rhatto (rhatto em riseup.net)}
+\newdate{date}{26}{06}{2008}
+\date{\displaydate{date}}
\begin{document}\label{start}
\maketitle
@@ -22,7 +25,7 @@ Procurando resolver um problema prático, este texto sistematiza uma forma de pr
\section{Motivação}
-Em geral, quando ajudamos alguém (principalmente quando ensinamos algo), não há muita garantia que a pessoa ajudada passará a idéia pra frente, seja ajudando outrem ou passando o conhecimento adiante. Mesmo em coletivos horizontais, não-hierárquicos e baseados na ajuda mútua, não há necessariamente uma cultura de passar para frente a ajuda recebida. Por isso, estabelecemos neste texto uma sugestão de acordos de ajuda múltipla tanto como proposta de prática e sobretudo como reflexão da distância que os grupos sociais se encontram com relação a um regime de dádivas e não-escassez.
+Em geral, quando ajudamos alguém (principalmente quando ensinamos algo), não há muita garantia que a pessoa ajudada passará a idéia pra frente, seja ajudando outrem ou passando o conhecimento adiante. Mesmo em coletivos horizontais, não-hierárquicos e baseados na ajuda mútua, não há necessariamente uma cultura de passar para frente a ajuda recebida. Por isso, estabelecemos neste texto uma sugestão de acordos de ajuda múltipla tanto como proposta de prática e sobretudo como reflexão da distância que os grupos sociais se encontram com relação a um regime de dádiva e não-escassez.
\section{O acordo de ajuda múltipla}
@@ -115,7 +118,7 @@ A entropia tem sido fonte de controversias e mal-entendidos quanto à sua interp
Esta se torna então uma teoria do descontrole social: o aumento da entropia é, aqui, não só benéfica como desejável, já que ela indica um aumento do número de interações. Se nas teorias do controle a entropia tem um aumento indesejável, aqui se torna o comportamento almejado.
-Sendo os acordos diretos, isto é, não mediados, temos ainda mais descontrole: é importantíssimo que tais acordos não sejam mediados por bancos de dados. Por banco de dados entendemos qualquer iniciativa de tentar \emph{efetivamente} calcular $S$ para um dado grupo social (e não o registro pessoal que cada indivíduo mantiver a respeitodos acordos que participou). A mera existência de um banco de dados centralizado capaz de calcular a cada instante o valor social tem os seguintes riscos:
+Sendo os acordos diretos, isto é, não mediados, temos ainda mais descontrole: é importantíssimo que tais acordos não sejam mediados por bancos de dados. Por banco de dados entendemos qualquer iniciativa de tentar \emph{efetivamente} calcular $S$ para um dado grupo social (e não o registro pessoal que cada indivíduo mantiver a respeito dos acordos que participou). A mera existência de um banco de dados centralizado capaz de calcular a cada instante o valor social tem os seguintes riscos:
\begin{itemize}
\item Dá margens para o estabelecimento de controles sociais com a identificação das pessoas mais protagonistas (que participam de mais acordos), das pessoas mais prestativas (as que mais ajudam), as que mais são ajudadas e as que menos contribuem com ações coletivas, possibilitando assim represálias, etc.
@@ -131,16 +134,16 @@ Não sabemos os desdobramentos desta teoria do valor e desta prática de acordos
Por outro lado, a existência e a propagação dos acordos pressupõem um grupo social pertencente a redes de relacionamentos afins, o que em certo sentido limita a aplicação da ajuda múltipla: e quem não participa da rede? E no caso de grupos em conflito interno?
-Estas são apenas sugestões de desdobramentos possíveis: convidamos todas as pessoas que queiram contribuir para a análise de regimes econômicos fora do mercado para que pensem conjuntamente no que aqui foi meramente delineado. A experimentação também é encorajada: sem ela, toda esta de discussão não passa de uma teoria descolada dos grupos sociais.
+Estas são apenas sugestões de desdobramentos possíveis: convidamos todas as pessoas que queiram contribuir para a análise de regimes econômicos fora do mercado para que pensem conjuntamente no que aqui foi meramente delineado. A experimentação também é encorajada: sem ela, toda esta discussão não passa de uma teoria descolada dos grupos sociais.
\section{Distribuição deste texto}
-Este texto é manipulável segundo a \emph{Licença de Manipulação de Informações do Coletivo Saravá}, disponível também em \emph{http://www.sarava.org/copyleft} e que atribui ao detentor/a da informação as seguintes liberdades:
+Este texto é manipulável segundo sua própria licença de Copyfarleft e que atribui ao detentor/a da informação as seguintes liberdades:
\begin{enumerate}
\item A liberdade de armazenar a informação.
\item A liberdade de manipular a informação.
-\item A liberdade de distribuir a informação, modificada ou não.
+\item A liberdade de distribuir a informação, modificada ou não.
\end{enumerate}
Com as seguintes observações:
@@ -149,9 +152,7 @@ Com as seguintes observações:
\item Desde que esta licença acompanhe a informação.
\item Desde que para fins não-comerciais.
\item Desde que a fonte seja citada.
-\item Caso o conteúdo seja distribuído por você, o Coletivo Saravá deve ser notificado antecipadamente (sarava em lists.riseup.net).
-\item Caso ocorra uma modificação, distribuir a informação modificada e notificar antecipadamente o Coletivo Saravá.
-\item O Coletivo Saravá pode a qualquer momento revogar o licenciamento da informação para uma determinada pessoa ou entidade.
+\item Caso ocorra uma modificação, informe a pessoa autora.
\end{enumerate}
\end{document}